Notícias
Compartilhar

Adeus, Tia Nerosa!

Nesta quinta-feira, 11 de maio de 2017, faleceu Maria Generosa da Silva, a Tia Nerosa, aos 63 anos. Internada no Hospital Municipal de São Vicente (SP) em decorrência de uma pneumonia, ela também lutava contra o Mal de Parkinson.

Há exatos 20 anos, fundou uma das mais reconhecidas rodas de samba da cidade de São Paulo: o Samba da Laje. Tradicional da Vila Santa Catarina, Zona Sul da cidade, músicos da própria comunidade reúnem-se para reverenciar o melhor do samba de raiz e tem como uma de suas líderes Maria Generosa – que viveu toda sua vida na região.

Responsável por esse reduto do samba, Maria Generosa foi figura de destaque para a cultura popular, sendo homenageada em 2 de dezembro de 2015, Dia do Samba, pela Assembleia Legislativa de São Paulo, por sua contribuição cultural ao Estado. Lideranças como Tia Nerosa são fundamentais para o reconhecimento do papel do samba na formação das identidades brasileiras, enquanto a valorização das trajetórias de artistas da cultura popular constituem-se um dos maiores patrimônios do nosso país.

Na primeira edição da Agenda Cultural da Periferia em maio de 2007, há 10 anos, saía o perfil de Tia Nerosa, destacando sua importância dentro da Vila Santa Catarina, sua atuação como pastora no Samba da Laje e sua competência enquanto articuladora cultural.

Coincidentemente, em setembro do ano passado, a Ação Educativa e o fotógrafo Samuel Iavelberg criaram o projeto de exposição fotográfica “Flores em Vida”, em homenagem a importantes nomes do samba paulista que tem uma vida de dedicação ao samba. O projeto teve estreia com fotos e homenagens à Tia Nerosa, como agradecimento pela sua contribuição ao samba.

A Ação Educativa manifesta sua solidariedade à família e amigos, agradecendo a existência e a contribuição de uma das maiores referências na atualidade do samba de raiz da cidade de São Paulo.

Para quem puder ir se despedir, abaixo o endereço:
Velório – Dia 11/05 (quinta-feira), a partir das 18h.
Enterro – Dia 12/05 (sexta-feira), 10h.
Cemitério Municipal de São Vicente – Rua Lima Machado, 501. Bairro Parque Bitaru – São Vicente.

Foto: Samuel Iavelberg

Comentários: