Notícias
Compartilhar

Ação Educativa lança guia para meninas defendendo gênero na educação

Em um momento de ataques ultraconservadores, a Ação Educativa reafirma a importância de uma educação comprometida com o enfrentamento das desigualdades de gênero, com o lançamento do guia Quando nossa voz ganha o mundo: garotas pelo direito à educação no Brasil, com apoio do Fundo Malala. O material complementa, com o contexto brasileiro, a cartilha Junte-se a Malala e amplie sua voz, lançada pelo Fundo Malala no início deste ano.

O guia traz textos explicativos e acessíveis e sugestões de atividades para que meninas possam debater questões como os estereótipos sexistas ainda presentes na escola, como que meninos são melhores em matemática e ciências exatas, e a divisão sexual do trabalho. Dois relatos mostram a organização de garotas na luta pelo direito à educação: um aborda uma ação com grafite contra o machismo em São Paulo; outro conta sobre a ocupação de escolas no Rio de Janeiro.

Apesar de as mulheres terem conquistado muitos avanços no acesso à educação, persistem desigualdades que afetam principalmente meninas e mulheres negras, indígenas e de regiões rurais. O guia ainda elenca legislações que fundamentam o direito à educação no Brasil e traz dicas de sites e filmes interessantes.

Desde 2018, a Ação Educativa tem apoio do Fundo Malala, tendo Denise Carreira como uma das representantes no Brasil da Rede Gulmakai de defensores do direito à educação.

Acesse a publicação aqui.

Comentários: