Editoriais
Compartilhar

Equipe AE: greve geral por nenhum direito a menos

As recentes propostas de reformas (Reforma da Previdência e Reforma Trabalhista) e a Lei de Terceirização, sancionada recentemente, se destacam entre as medidas que retiram e atacam direitos conquistados na luta por uma sociedade democrática e justa socialmente.

Reformas profundas não podem ser conduzidas e efetivadas sem ampla participação social. Sustentamos nossa posição junto à defesa de direitos, como sempre fizemos, com o objetivo de construir coletivamente um país mais solidário, mais justo e menos desigual.

 

Estaremos juntos e juntas aos trabalhadores e trabalhadoras, centrais sindicais e movimentos sociais neste 28 de abril de 2017. A participação popular, em uma sociedade como a brasileira, é fundamental para a construção de políticas públicas que desestruturem o cerne das desigualdades do nosso país. #GreveGeral Site externo #NenhumDireitoaMenos Site externo

 

Equipe AE

Comentários: