Publicações
Compartilhar

Guia Tô no Rumo: Jovens e Escolha Profissional

O material é resultado de um trabalho realizado desde 2007 com professores e estudantes do Ensino Médio, com o objetivo de ajudar as escolas a serem lugares onde jovens pensam projetos de futuro. O guia é composto por sugestões de atividades, com dicas práticas para os educadores; textos de apoio para contextualizar as questões debatidas; materiais de apoio para executar as atividades; e dicas de filmes, sites e livros.

A presente publicação é resultado de sete anos de trabalho coletivo, que envolveu técnicos da Ação Educativa, professores e estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual de São Paulo. Foram esses sujeitos que se articularam em torno do projeto Jovens Agentes pelo Direito à Educação (Jade), iniciativa que tinha como objetivo contribuir para a melhoria da qualidade da escola de nível médio, a partir da construção de um currículo mais conectado às demandas e necessidades dos jovens.

Além do passo a passo de como realizar as oficinas, o guia conta com textos de apoio sobre os temas relacionados aos desafios e caminhos possíveis de efetivação dos direitos de moças e rapazes no que concerne à educação e ao trabalho, bem como às suas possibilidades de realizarem escolhas nesses domínios. Educadores encontrarão, ainda, modelos de materiais que podem ser reproduzidos para a realização de oficinas e a condução das atividades. A publicação conta também com uma seção dedicada a referências de sites, vídeos e textos complementares que podem servir de subsídio para construção de novas propostas.

As atividades são apresentadas de modo bastante didático, contendo informações sobre seus objetivos, tempo e materiais necessários para sua condução e sugestões para o encaminhamento da discussão. Elas podem ser realizadas na sequência em que estão apresentadas no guia, que é relativamente coincidente com aquela que as escolas parceiras do projeto consolidaram nas suas experiências. No entanto, a sequência não se constitui numa “camisa de força”. Cada professor pode adaptar as sugestões de atividade à sua realidade e às demandas de seus estudantes, elegendo temas prioritários ou criando novas dinâmicas e situações de trabalho educativo.

Download de arquivo (5 MB)
Comentários: