Notícias
Compartilhar

Rumo ao Mundial de Futebol de Rua: Conferência preparatória está com as inscrições abertas

Mundial de Futebol “Callejero” (de rua), paralelo à Copa 2014, será lançado durante a IV Conferência Latino-Americana de Futebol e Desenvolvimento (4 e 5 de dezembro), em São Paulo, que está com as inscrições abertas pela internet;  Nadia Campeão, Juca Ferreira e Juca Kfouri são alguns dos palestrantes. O Futebol “Callejero” é uma metodologia criada para acompanhar processos de aprendizagem e inclusão social voltada para adolescentes e jovens.

As inscrições da IV Conferência Latino-Americana de Futebol e Desenvolvimento estão abertas pela internet no site da ONG Ação Educativa, uma das organizadoras do evento marcado para ser realizado em 4 e 5 de dezembro de 2013,  no Centro Cultural Vergueiro, em São Paulo. Nela será lançado o Mundial de Futebol “Callejero” (de rua) que acontecerá entre 1º e 12 de julho também na capital paulistana paralelo à Copa de 2014. A Conferência, que traz como tema central Futebol e Direitos Humanos, tem como objetivo debater e refletir sobre as questões ligadas aos adolescentes e jovens por meio da expansão e implementação da metodologia do “fútbol callejero”. Nadia Campeão (vice-prefeita de São Paulo e coordenadora do SP Copa), Rogério Sottili (secretário de Cidadania e Direitos Humanos), Sergio Haddad (Integrante do Fundo Brasil de Direitos Humanos), Fabian Ferraro (fundador da FUDEArgentina), Juca Kfouri (jornalista) e Juca Ferreira (secretário da Cultura de São Paulo) são alguns dos participantes das mesas. A Conferência é uma das linhas de ação do Movimiento Fútbol Callejero, rede que abrange dez países da América Latina, um dos promotores do evento e que também estará presente.O que é Futebol “Callejero”? Prática esportiva e sociopedagógica idealizada por Fabian Ferraro, ex-jogador de futebol argentino, é uma forma de conceituar e entender este esporte como uma estratégia para criar e acompanhar processos de aprendizagem e inclusão social, recuperar os valores humanos, impulsionar o desenvolvimento de lideranças e gerar processos comunitários solidários de transformação. Os públicos prioritários são adolescentes e jovens. É um jogo com regras que variam de acordo com as realidades e necessidades das comunidades, mas há alguns princípios básicos a serem seguidos. Uma partida normalmente se organiza em três tempos. No primeiro, é formada a roda onde são estabelecidas as regras do jogo, divisão de equipes, sistema de pontuação, valores e acordos iniciais. No segundo, acontece o jogo em si. E no terceiro, as duas equipes avaliam se os acordos iniciais foram cumpridos. É nesse momento que todos têm a oportunidade de falar como se sentiram durante o jogo, se existiu respeito, solidariedade, cooperação e tolerância, e se todos agiram de forma a promover um “jogo limpo”.Todas as informações são anotadas em uma planilha, na qual são registrados os gols da partida e a nota atribuída pelos participantes aos valores praticados durante o jogo. É a partir dela que se decide o campeão da partida. Outra característica marcante é que a partida não tem juiz, apenas um mediador. De acordo com a metodologia, todos participantes são responsáveis por cumprir o que estabeleceram, gerenciando possíveis conflitos e praticando valores como respeito, solidariedade, tolerância e cooperação.Rumo a 2014: As etapas de preparação do Mundial, além da Conferência, começaram no mês de outubro com a articulação em seis pólos para disseminação da metodologia na grande São Paulo e São Carlos: Capão Cidadão, Cedeca Sapopemba, Projeto Meninos e Meninas de Rua (São Bernardo), Centro Cultural Francisco Solano Trindade (São Bernardo), ADESM (São Carlos) e UNAS de Heliópolis.Copa e Cultura de Paz: A Conferência é uma das ações do “Projeto de Futebol Callejero para a inclusão e a Promoção da cultura de paz no marco da Copa do Mundo Brasil 2014”, desenvolvido pela Ação Educativa, em parceria com a FuDe e a Terre des Homes. Seus objetivos são: 1) garantir o direito de brincar, pensar e praticar esporte como uma das ferramentas para superar situações de vulnerabilidade submetidas a crianças, adolescentes e jovens em suas comunidades; 2) Proporcionar um debate sobre as ações não violentas para a formação de uma cultura de paz.ProgramaçãoDia 04 de dezembro de 201314h – Recepção e credenciamento15h – Mesa Futebol, desenvolvimento e direitos humanos: Nadia Campeão (vice-prefeita de São Paulo e coordenadora do SP Copa), Rogério Sottili (secretário de Cidadania e Direitos Humanos), Sergio Haddad (Integrante do Fundo Brasil de Direitos Humanos), Fabian Ferraro (fundador da FUDEArgentina) e Juca Kfouri (jornalista)18h – Ato de lançamento do Mundial de Futebol de Rua 2014Dia 05 de dezembro de 201310h – Mesa Futebol, educação, cidadania, e organização comunitária: Fabio Silvestre (coordenador da Criança e Adolescente da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos), Nelsa Cuberlo (Ser Paz, Equador), Carlos Eduardo Silva Ferreira (Cadu, REJUPE), Zé Maria (ex-jogador de futebol e assessor de esporte da Fundação Casa), Sóstenes Brasileiro de Oliveira (diretor da Fundação Gol de Letra)14h – Sessão de Filmes15h – Mesa Futebol como prática cultural: Daniela Afonsin (Centro de Referência do Futebol Brasileiro/ Museu do Futebol), Juca Ferreira (secretário da Cultura de São Paulo), Allan da Rosa (escritor e ativista cultural), Caio Vilela (fotógrafo e escritor), Adan Parreño Martínez (Mundo Afro, Uruguai)18h – Sarau poético19h – Show musicalInscriçõeshttps://acaoeducativa.org.br.br/survey/index.php?sid=11913&lang=pt-BRServiço:IV Conferência Latino-Americana de Futebol e DesenvolvimentoQuando: 4 e 5 de dezembro de 2013 – das 14h às 18h e 10h às 19h30, respectivamenteLocal: Centro Cultural São Paulo (Sala Adoniran Barbosa) – Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso, São Paulo (SP). Tel: (11) 3397 – 4002.Mais informações:Thaís Chita(11) 98224 – 8202futebolcallejero@gmail.comacaoeducativa.org.brwww.movimientodefutbolcallejero.orgwww.fundacionfude.org.ar/fudewww.tdh.de

 

Comentários: