Notícias
Compartilhar

Semana Nacional de Luta pela Reforma Política Democrática

Na Semana Nacional de Luta pela Reforma Política Democrática, que acontece entre 1 e 7 de setembro (Semana da Pátria), serão realizadas duas importantes iniciativas em prol da ampla reforma do sistema político pela qual o povo brasileiro tanto anseia.

 

Mais de 400 entidades entre organizações da sociedade civil e movimentos sociais do Plebiscito Popular sairão às ruas recolhendo votos em favor da proposta por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político. A Campanha propõe a consulta popular sobre a convocação de uma Assembleia Constituinte Exclusiva. A votação se dará presencialmente nas urnas espalhadas pelo País e online por meio do site do Plebiscito Constituinte.

Nesta mesma oportunidade, a Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas coletará massivamente assinaturas para o Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Reforma Política Democrática e Eleições Limpas. O PLIP propõe o financiamento democrático das campanhas eleitorais, eleições proporcionais em dois turnos, paridade de gê nero nas listas de candidatos e o fortalecimento dos mecanismos de participação popular direta, entre outros pontos, e conta com o apoio de 95 entidades.

Estas são duas iniciativas centrais para nós que entendemos que uma ampla reforma do sistema político brasileiro é fundante para o fortalecimento da democracia e as mudanças estruturantes de que necessita o nosso país. Ambas têm profunda unidade na identificação dos problemas que impedem um sistema verdadeiramente representativo da maioria da sociedade. Entre eles, a influência do poder econômico nas eleições, um sistema que privilegia pessoas e não propostas para enfrentar os problemas do País, a sub-representação da classe trabalhadora, das mulheres, de negros/as e povos indígenas e a fragilidade dos mecanismos de democracia direta.

A Abong integra as duas plataformas e, juntamente com Ação Educativa e Agenda Pública, promoverá em sua sede, em São Paulo, um ponto de coleta de votos para o Plebiscito Popular e de assinaturas para o PLIP da Coalizão.

 

Convidamos a todos/as a se somarem nesta luta votando SIM para o Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, assinando uma das listas pelo Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Reforma Política Democrática e Eleições Limpas e divulgando esta ação conjunta entre suas redes e bases locais.

 

Comentários: