Notícias
Compartilhar

Seminário debate processo democrático na América Latina

Ação de projeto financiado pela União Europeia traz renomados pensadores, jornalistas e economistas latino-americanos para refletir sobre avanços e desafios nas relações entre sociedade civil organizada, setor privado e governos

A Associação Brasileira de Organizações Não-Governamentais (Abong) promove, em parceria com a Mesa de Articulación, plataforma de articulação de ONGs da América Latina e Caribe, o Seminário Internacional – A Sociedade Civil Organizada e o Processo Democrático na América Latina. O evento é gratuito e acontece dia 12 de novembro de 2013 (terça-feira), das 9h às 18h30 no auditório da Ação Educativa, que fica na Rua General Jardim, 660 – Vila Buarque, em São Paulo (SP).

O seminário integra projeto financiado pela União Europeia, que pretende promover a reflexão sobre o papel das ONGs na região, assim como seus mecanismos de financiamento e marcos jurídicos para o campo.

As organizações da sociedade civil (OSCs) têm tido um papel fundamental em nossas sociedades na ampliação da democracia, na defesa dos direitos humanos, em prol especialmente de setores discriminados, marginalizados, excluídos, a favor dos povos tradicionais, na defesa dos bens comuns, contra a mercantilização da natureza e a expropriação dos territórios.

Nos últimos anos, no entanto, em muitos países, tais organizações têm sofrido um processo de criminalização, seja por parte dos meios de comunicação, seja por parte de governos, e o ambiente político e legal não tem sido favorável à sua existência e à sua ação.

Nesse sentido, o seminário procura visibilizar a contribuição das organizações da sociedade civil no aprofundamento da democracia na América Latina e no Caribe, refletir sobre o seu papel e levantar os avanços e as dificuldades, de forma a pensar em medidas para tornar o ambiente favorável e enfrentar o processo de criminalização, no contexto mais amplo da crise internacional.

Expositores

O chileno Miguel Santibañez, presidente da Asociación Chilena de ONG – Acción será responsável pela abertura do evento, às 9h30.

A partir das 10h, Sérgio Haddad, da Ação Educativa e do Fundo Brasil de Direitos Humanos, falará no Painel 1 sobre “O Papel das Organizações da Sociedade Civil na Construção da Democracia e Seus Obstáculos”, com moderação de Loreta Bravo (Acción – Chile). O debatedor será Silvio Caccia-Bava (Instituto Pólis e Le Monde Diplomatique Brasil).

O segundo painel, com início previsto para as 14h, terá como tema “Movimentos Sociais e Organizações da Sociedade Civil nas Lutas pela Transformação Social” com a participação do jornalista e ativista uruguaio Raúl Zibechi (em vídeo-conferência). A moderadora será Laura Becerra (Equipo Pueblo, do México) e o debatedor será Jorge Balbis, da Asociación Latinoamericana de Organizaciones de Promoción al Desarrollo – ALOP).

A conferência “Crises e Transformações no Capitalismo Contemporâneo” encerra o seminário a partir das 16h30 e será proferida pelo economista mexicano Oscar Ugarteche, com moderação de Ivo Lesbaupin (Iser Assessoria e Abong). Todos os painéis e conferência contarão com debate com o público.

Sobre a Abong

A Associação Brasileira de Organizações não Governamentais – Abong, fundada em 1991, é uma sociedade civil sem fins lucrativos, democrática, pluralista, antirracista e anti-sexista, que congrega organizações que lutam contra todas as formas de discriminação, de desigualdades, pela construção de modos sustentáveis de vida e pela radicalização da democracia. A Ação Educativa integra essa rede de organizações por meio de sua coordenadora geral, Vera Masagão Ribeiro. 

Serviço

Seminário Internacional – A Sociedade Civil Organizada e o Processo Democrático na América Latina

Data: 12 de novembro de 2013 (terça-feira)

Horário: 9h – 18h30

 

Leia mais:

Carta aberta ao Senado Federal em repúdio à declaração preconceituosa do Sr. Claudio de Moura Castro

Nota pública repudia descaso do governo federal e exige novo marco regulatório para as organizações da sociedade civil

Veja um balanço das lutas da Abong no último triênio

Comentários: